Preguntas Mais Frequentes

Tabela Conteúdos


  1. O Teu Artista
  2. As Tuas Coleções
  3. O Teu Álbum Coleccionnador
  4. As Tuas Encomendas
  5. O Que Mais Podes-me Contar Sobre O Teu Trabalho?

O Teu Artista


Mário Sousa ® nasceu no Porto, Portugal. Formou-se em Engenharia de Software no Instituto Superior de Engenharia do Porto.

Depois de uma carreira bem sucedida de quase 20 anos no mundo corporativo, o Mário começa lentamente a perder a paixão pelo seu trabalho, e no final de 2016 decide sair do seu trabalho a tempo inteiro para encontrar sua paixão novamente .

Mário então explora o mundo da arte, física, biologia humana, programação e fotografia , no qual combina a sua exploração com o seu fascínio de longa data sobre as propriedades físicas da luz .

Após mais de um ano de exploração artística digital e descoberta de experimentação, o Mário sentiu-se obrigado a criar um corpo de trabalho unificado com a perspectiva de cultivar a curiosidade e contribuir para a compreensão cultural da física quântica e das propriedades físicas fundamentais da luz, combinando o mundo da arte com a ciência e a tecnologia.

Eu acredito que a minha escolha é o ponto culminante do interesse crescente pela ciência, física e pela busca da minha paixão.

Quando eu era jovem, a física não me interessava. Era péssimo na física.

Eu realmente não posso explicar por que a minha curiosidade cresceu ao longo dos anos. Achei mais fascinante ao longo dos anos por algum motivo.

Nos últimos 14 anos da minha vida, tive a sorte de me inspirar nos incríveis ensinamentos de Richard Feynman. 2 .

A sua capacidade de transmitir conhecimento complexo / avançado de física para uma pessoa comum é notável. Não podes deixar de te sentir entusiasmo pela física.

Eu sinto-me incrivelmente afortunado por ter encontrado as suas Feynman Conferences on Physics , e também ter descoberto várias das suas séries de videoconferências na Internet.

A sua teoria da eletrodinâmica quântica 2 mudou completamente a maneira como entendemos o mundo em que vivemos.

E, como podemos explicar as propriedades físicas fundamentais da luz.

Depois de deixar o meu trabalho em busca da minha paixão, a física quântica (luz em particular) era o único assunto que eu tinha em mente e no qual realmente gostava de pensar.

A Mecânica Quântica nos dá uma das noções mais contra-intuitivas da realidade do mundo em que todos vivemos.

E é o assunto mais intelectual e fascinante que despertou minha curiosidade de pensamento desde que comecei a ler sobre ele.

Eu acho o tema absolutamente fascinante.

Durante o meu ano sabático, senti-me obrigado a criar um corpo de trabalho unificado para poder expressar-me sobre o incrível mistério científico do nosso Universo.

E senti-me obrigado a fazê-lo através do mundo da arte, combinando ciência e tecnologia.

Não posso explicar por que isso aconteceu.

Eu só estava a procurar a minha paixão.

Eu senti que era o que eu realmente queria fazer.

1 Richard Feynman era um físico teórico americano conhecido por seu trabalho na formulação integral do caminho da mecânica quântica, a teoria da eletrodinâmica quântica.
Richard Feynman é uma marca registada ou marca registada da Richard Feynman Estate.
A referência para sua revolucionária Teoria da Eletrodinâmica Quântica foi legalmente aprovada pela propriedade de Richard Feynman.

O foco da experiência de observação do observador está profundamente relacionado com todo o conhecimento que eu tinha sobre o colapso da função das ondas na mecânica quântica.

A observação está no centro da Colapso da Função de Onda , e eu queria expressar essa natureza contra-intuitiva da Mecânica Quântica diretamente com o observador.

Claro

Existem vários aspectos das minha obras de arte que devo explicar primeiro, para ajudar-te a entender tudo.

Em geral

Tanto nas ilustrações digitais quanto nas impressas, eu queria que a experiência de observação colorida fosse o mais consistente possível.

Eu queria que a obra impressa tivesse a mesma experiência de observação de cores que a experiência de observação em formato digital.

Observação digital

Em condições de iluminação normais1, a experiência da observação digital é misturada com as propriedades de reflexão e refração dos materiais transparentes dos monitores de computador.

Isso significa que quando tu olhas as minhas fotografias coloridas, a cor que vês é o resultado direto da mistura de ondas de luz do teu reflexo com as propriedades de refração dos monitores, combinadas com a palete de cores RGB das minhas fotografias.

Na prática, o que tu observas não é a palete de cores RGB original da fotografia que desenhei.

Isso porque, quando observas, tu também introduzes mudanças nas informações que foram observadas ao inserir o teu reflexto na experiência de observação.

Ao observar, tu alteras a forma física das ondas de luz que foram originalmente enviadas do monitor na paleta de cores RGB original.

A ação de observação desempenha um papel fundamental no Colapsando a Função de Onda na Mecânica Quântica, e eu queria refletir essa ação em todas as minhas ilustrações.

Observação impressa

Ao observar o trabalho da arte impressa, eu queria que o espectador tivesse a mesma experiência de observação colorida em condições normais de iluminação 1 como na forma digital.

E, colocar o observador no centro de uma narrativa íntima e única na criação de cores secundárias na forma de arte digital e impressa.


1. A visualização das fotografias a partir de diferentes ângulos do monitor do computador produz diferentes resultados de observação digital de cores, uma vez que reduz e altera a fonte de reflexão e, portanto, tu vês a fotografia com cores diferentes. "Condições normais de iluminação" significa observar as fotografias em frente ao teu monitor em ângulos "frontais" regulares. É essa experiência de observação digital que eu queria levar para a forma impressa.

A inspiração para explorar a fotografia digital está relacionada a tudo o que aprendi sobre as propriedades físicas da luz.

Hoje, tomamos a fotografia como certa. Agora estamos acostumados a isso.

Mas eu acho a fotografia mais espetacular.

E está relacionado à física.

Com a fotografia, podemos capturar um único momento no passado.

E, só é possível através das propriedades físicas da luz.

Eu queria combinar a fotografia com todo o conhecimento que eu tinha sobre física e luz.

Comecei a trabalhar com as imagens através da programação , para criar a composição artística que vês hoje no site.

Eu diria que é o processo criativo artístico e a capacidade que tens para te expressares.

Acabei por explorar e investigar técnicas tradicionais de desenho e pintura para entender o processo artístico que um artista tradicional passa na sua expressão artística.

Ao pesquisar mais sobre o assunto, descobri que era cada vez mais fascinante.

Comecei a ler livros e visitar o Museu do Prado em Madrid.

E, encontrava-me a contemplar obras de arte durante horas.

Não tenho ideia por que isto aconteceu.

Mas, achei fascinante a incrível paciência, habilidade e devoção do tempo que é necessário para criar obras-primas magníficas desse tipo.

Quando começas a apreciar as obras-primas, realmente não podes deixar de ser fascinado por elas.

A incrível precisão e domínio que é preciso aperfeiçoar para criar uma pintura à Mão .

Eu acho isto absolutamente fascinante. Eu estive provavelmente centenas (se não milhares) de horas a contemplar o domínio das pinturas antigas no meu ano sabático, visitando vários museus em Madrid e também pesquisando obras-primas na Internet.

É incrível.

Esse fascínio foi a minha principal motivação para aperfeiçoar e usar técnicas de desenho e pintura tradicionais nas minhas composições digitais.

O movimento Pop Art é provavelmente a minha principal fonte de inspiração, talvez por causa de como o movimento quebrou as barreiras nas artes plásticas convencionais em termos de representação e composição.

De alguma forma, fui inspirado pelo Pop Art para compor e representar um tema que, de alguma forma, não é convencional.                                     

O pintor espanhol: Juan Francisco Casas.

A sua interpretação da "geração de selfies" não apenas reflete o auge de nossa sociedade de social media, mas a dedicação da artesania artística na criação de pinturas de grande escala.

A notável precisão e domínio de reproduzir com precisão a luz, a sombra e a cor de uma fotografia original com as Mãos usando apenas canetas bic é simplesmente fascinante para mim.

Eu deparo-me a contemplar o seu corpo de trabalho durante horas.

Eu descobri o seu corpo de trabalho em 2015, e o seu trabalho inspirou-me a aprender mais sobre suas técnicas de desenho. Foi minha primeira verdadeira admiração por um corpo de trabalho. Eu não tinha interesse em Artes antes de esse momento.

O seu domínio da técnica de sombreamento e sombreamento cruzado é a minha maior fonte de inspiração para continuar a perfeccionar a técnica de sombreamento e sombreamento cruzado digital, e que também teve um impacto que alterou a minha vida no meu interese em conhecer mais sobre o mundo da Arte.

O seu corpo de trabalho é considerado um dos mais importantes do século 21o.

Quando eu comecei esta nova etapa na minha vida, nunca imaginei que me tornasse um artista de programação ou mesmo um artista por assim dizer.

Foi só depois de passar pelo meu próprio processo de descoberta e criação artística que aprendi a apreciar a importância da expressão artística.

Uma expressão artística não é tanto sobre o artista que cria uma obra de arte, mas sim sobre como o espectador interpreta o que o artista quer expressar.

E isso, é o que me motiva a mostrar o meu trabalho, porque eu sinto que isso é importante.

O meu estilo teve vários etapas até chegar ao seu estado atual.

Não tenho qualquer tipo de formação em artes (ou física), e queria saber como os conceitos de sombra e a luz e a cor influenciam o desenho / pintura de um artista numa tela física.

Todos esses conceitos foram autodidatas.

O processo em si foi mentalmente muito absorvente porque, no início, não estava a ver nenhum resultado.

Então evoluiu lentamente para uma forma digital, porque eu também queria aplicar os mesmos conceitos artísticos para desenhar e pintar uma fotografia original.

Eu queria combinar cores primárias para transmitir corretamente o meu objeto de estudo .

As cores primárias são expressas em cada pixel da fotografia recriada final e também no aspecto final combinado vintage da fotografia: Vermelho, Verde ou Azul .

Eu desenho e pinto digitalmente a fotografia sem misturar as cores primárias dentro de cada píxel. Eu, literalmente não crio cores secundárias em qualquer pixel da fotografia.

Cada píxel individual é desenhado e pintado com apenas com uma das três cores primárias: Vermelho, Verde ou Azul .

                                    

O motivo principal é que utilizo meios digitais para expressar minha arte.

Na pintura de arte tradicional (em uma tela, por exemplo), vermelho, amarelo e azul são normalmente usados ​​para misturar cores primárias.

No entanto, as pinturas digitais requerem uma abordagem de cor primária diferente, devido às propriedades fundamentais da luz usada pelas telas do computador para enviar informações de cor ao olho humano.

Embora eu use as cores primárias de vermelho, verde e azul nas minhas pinturas digitais, eu não utilizo o sistema de cores primárias aditivas para criar cores secundárias.

Eu não misturo nenhuma cor primária.

Toda a mistura de cores primárias é feita pelo próprio espectador quando ele observa as pinturas digitais.

O espectador mistura as cores primárias e pinta as cores secundárias através das leis da física e da natureza da biologia humana.

Aperfeiçoei uma técnica digital de desenho e pintura, que permite que todas as misturas de cores aconteçam quando o observador observa a pintura digital.                                     

Claro. A minha técnica está fortemente relacionada ao estudo que fiz nas técnicas tradicionais de desenho e pintura.

Eu combino as técnicas tradicionais sombreamento , sombreamento cruzado com a manipulação de cor, luz e pixel para criar a malha entrelaçada de pixels de cor que são necessários para desenhar e pintar cada pintura digital.                                     

Claro

Primeiro, tens de entender uma diferença fundamental entre as cores exibidas na tela do computador e como as cores são exibidas em uma folha de papel.

Como a cor digital é criada?

As fotografias que são exibidas em telas de computador ou telefones moveis são representadas usando um modelo de cor RGB, que é conhecido como sistema aditivo .



Fonte Imagem: Wikipedia.
Imagem Compartida Sob: Creative Commons Attribution-ShareAlike License

O olho humano utiliza o mesmo sistema de cores RGB para perceber a cor.

Isto acontence, porque as telas do computador são pretas e absorvem todas as ondas de luz.

E, para criar cor, as telas emitem um raio de luz de cor ao olho do espectador.

Na prática, uma tela de computador pode criar todo o espectro de cor percebida pelo olho humano .

No entanto, quando imprimimos fotografias em papel, isso nem sempre é possível.

E isso está relacionado às propriedades físicas fundamentais da luz.

Como a cor impressa é criada?

O papel é branco e não emite luz em qualquer lugar.

Na verdade, quando vês a cor em uma folha de papel branco, é devido às ondas de luz refletidas para os teus olhos desde o papel branco .

Uma folha de papel branco, reflete todas as ondas de luz.

E o resultado final é a percepção de cor branca nos olhos do visualizador.

Quando imprimimos uma fotografia no papel, uma impressora utiliza um modelo de cores diferente para criar cores no papel.

Isso acontece porque o papel branco não emite luz, mas reflete luz.

Uma impressora padrão usa um modelo de cor CMYK, que é conhecido como sistema subtractivo .



Fonte Imagem: Wikipedia.
Imagem Compartida Sob: Creative Commons Attribution-ShareAlike License

Para criar cores numa folha de papel, uma impressora utiliza este modelo de cores para subtrair a cor e imprime todas as outras cores no papel branco.

Mas, o CMYK Color Model tem um problema.

Como ele utiliza um sistema subtractivo , este modelo não pode reproduzir o espectro de cores de um modelo de cores RGB.

Na prática, uma fotografia que vês na tela do computador pode não parecer a mesma impressa no papel.

Como o modelo CMYK Color só pode imprimir um "subconjunto menor do espectro de cores visível".

Por que é complexo gerir a cor impressa da minha obra de arte de pixel fino?

Na minha arte digital utilizo apenas pixeis Vermelhos, Verdes ou Azuis , e além disso, não misturo cores primárias .

Eu não crio fisicamente cores secundárias dentro de cada pixel.

É o observador que mistura as cores primárias e pinta as cores secundárias através das leis da física e da natureza da biologia humana.

A minha técnica de desenho e pintura digital torna o problema da impressão de cores RGB mais complexo para gerir e reproduzir corretamente.

Isso acontece porque o modelo padrão de quatro cores CMYK não pode reproduzir todo o espectro de cores dos tons vermelho, verde e azul, que eu utilizo para desenhar e pintar digitalmente a fotografia original.

Se imprimires uma das minhas fotografias numa impressora CMYK de quatro cores padrão, não terás a mesma definição de cor que vês na tela do computador.

Na verdade, a fotografia de arte de pixel fino ficaria muito diferente se tentasse imprimi-la.



As imagens à esquerda são as fotografias originais impressas em uma impressora CYMK padrão de quatro cores.

Podes ver que uma impressora CYMK padrão de quatro cores pode imprimir fielmente a fotografia original.

No entanto, quando se trata de minha obra de arte de pixeis finos, este não é o caso.

Podes ver que, quando esta é impressa, a minha obra de arte de pixel fino perde a intensidade de cores, a saturação e a definição.

Isto acontece devido ao fato de que o modelo de cores CMYK de quatro cores padrão não pode reproduzir o espectro completo do modelo de cores RGB.

E, como eu apenas desenho e pinto com pixeis vermelhos, verdes ou azuis, a perda de vitalidade de cor é inevitável numa impressora a cores CMYK com quatro cores padrão.

Como isso é resolvido?

A solução para este problema requer o uso dos avanços mais recentes num sistema de impressão de espectro de cores expandido.

Um sistema de espectro de cores ampliado adiciona cores adicionais ao modelo CMYK padrão de quatro cores, para compensar essa perda de vitalidade da cor.

Somente com um sistema de impressão de espectro de cores estendida, podemos alcançar uma vitalidade de cores aproximada das fotografias que vemos numa tela de computador.

A precisão na cor, e da vitalidade em papel fino ocorre devido à compensação da mais recente tecnologia de impressão de tinta de um sistema de impressão de espectro de cores expandida.

Esta compensação melhora a vibração, saturação e também aumenta o espectro de cores dos pixeis impressos em vermelho, verde ou azul.

E consegue uma reprodução mais precisa de fotografias (ao contrário das quatro impressoras coloridas CMYK coloridas).

Por que isso não é suficiente para imprimir digitalmente o meu trabalho artístico?

Como só pinto com pixels vermelhos, azuis e verdes, mesmo com as impressoras digitais mais recentes, ainda há uma leve degradação da cor RGB quando a arte-final é impressa digitalmente.

Em geral, o meu trabalho de pixel fino impresso é o resultado de uma combinação de diferentes variáveis:

Primeiro

Minha obra de arte é muito diferente da de um fotógrafo de arte tradicional que precisa implementar e seguir um fluxo de trabalho de gerenciamento de cores rigoroso para reproduzir o espectro de cores da fotografia digital.

A natureza muito específica da minha representação da matéria física quântica levou-me a desenvolver minha própria tecnologia para reproduzir corretamente o espectro RGB que projetei artisticamente para representar corretamente a experiência de observação através de formulários digitais e impressos.

Podes ler mais sobre isso lendo a experiência de observação Perguntas freqüentes 2 e 3 desta secção de perguntas frequentes.

Na verdade, uma impressão digital "padrão" da minha arte com o perfil ICC correto do fabricante do papel produz uma diferença substancial no espectro de cores RGB que é impresso.

Por exemplo:

Podes ver que, mesmo com dois perfis de papel e ICC (imagem central e direita), a degradação do espectro RGB da pintura original (a imagem à esquerda) é substancial(mesmo em formato digital).

    


Nas minhas obras de arte, a experiência de observação do observador está no centro da narração da criação de cores secundárias, e queria ter uma consistência de experiência observação "o mais próxima físicamente possível", tanto na forma digital quanto impressa.

Para resolver esse problema, tive que desenvolver software, hardware e tecnologia de calibração de papel para trabalhar em conjunto e ter consistência na experiência de observação da arte impressa.

Progresso das Obras de Observação

Levei um período de 5 meses de calibração de hardware / papel para encontrar o equilíbrio correto de RGB / papel fino para imprimir digitalmente a experiência de visualização desejada.

De algumas das imagens a seguir, podes ver que, mesmo com a calibração padrão do fabricante de papel fino, o espectro de cores RGB ainda é consideravelmente reduzido e, na prática, às vezes resulta em uma redução significativa da cor RGB - inclusive mais que a emulação.



O uso de papel comum padrão (primeiro canto superior esquerdo) com os perfis de impressora digital padrão ICC não é suficiente, mesmo com a mais recente gama estendida em impressoras digitais avançadas.

Dependendo do tipo de papel: Fosco / Brilhante, cada papel também reage de maneira diferente à imagem RGB.



Como eu queria ter em forma física "o mais próxima possível" a fotografia digital de uma forma crua, não queria envernizar e aumentar a intensidade da cor da fotografia.





Escolhi, em vez disso, trabalhar com papeis diferentes e combinar várias variações de calibrações de hardware do fabricante.







Embora o objeto de estudo retratado seja o mesmo, a escolha baseada em tema está relacionada com as diferentes reflexões e diferentes técnicas de desenho e pintura digital usadas.

O processo criativo para Receptors , Rainbow e Polarization , foram compostos durante o meu período sabático, durante um período de reflexão e expressionismo na minha busca para transmitir adequadamente o que eu queria expressar a outras pessoas.

Em geral, ambos refletem o mesmo objeto de estudo , mas a reflexão e as técnicas digitais utilizadas são substancialmente diferentes.

Esta foi a principal razão pela qual escolhi criar séries separadas com base em temas.

                                    

Encontro inspiração no mistério científico da vida, dos relacionamentos e da família.

Eu acho que procuro inspiração o tempo todo.

Eu crio minha arte no meu estúdio em Madrid, Espanha.

Eu mantenho um ambiente muito focado e livre de distração. Quero transmitir todos os detalhes, em todas as etapas do processo de impressão digital.

Nos próximos anos, vou-me concentrar na impressão digital das composições artísticas do meu corpo de trabalho, composto no meu ano sabático.

E também vou-me concentrar na preparação, produção e promoção de exposições das minhas obras de arte.

Estou lentamente a refletir e explorar para criar algo visualmente muito diferente, e será uma nova multi-serie temática.

E eu vou convidar-te a descobrir quando estiver pronto para mostrar.                                     

As obras de arte finais podem ser em média: 10 1 - 10 3 maiores que a fotografia original, dependendo do ficheiro original.

E, todo o tratamento e processo de impressão digital demora em média 72 horas, até que uma edição esteja pronta para ser enviada para ti.                                     

Eu encontrei vários problemas técnicos ao longo do caminho.

Mas o principal problema tecnológico a ser resolvido foi criar e produzir a "mesma" experiência de observação em forma impressa, "como em" forma digital.

As experiências de observação desempenham um papel central na minha representação artística do colapso da função de onda na Mecânica Quântica.

E queria que a experiência de observação impressa também representasse adequadamente a experiência de observação digital.

Para resolver esse problema, tive que desenvolver software, hardware e tecnologia de calibração de papel para poder reproduzir a experiência de observação digital impressa.

A minha arte digital e impressa é o resultado da combinação de diferentes tecnologias que foram necessárias para calcular, criar e produzir a arte final de pixeis com cores RGB.

Desde a concepção artística até a finalização, todas as séries precisaram de mais de um ano e meio para desenhar e aperfeiçoar todas as meios digitais e não digitais (software, hardware, calibração de papel e refinamento da paleta de cores RGB).

No meu trabalho, eu esforço-me para ser um perfeccionista, então estou constantemente a tentar encontrar novas maneiras de continuar aperfeiçar a minha tecnologia e as minhas obras de arte.

Em geral, sinto que as minhas obras de arte são um trabalho em progresso contínuo.

Estou a planear um show de exposições internacionais para mostrar minha obra de arte.

A exposição Fine Pixel Art In RGB é uma exposição de arte íntima que combina a programação , física , biologia humana e está prevista estrear em Madrid, Espanha.

Eu pretendo levar a exposição para diferentes cidades do mundo e expor minha obra de arte para todos aqueles que apreciam as minhas obras de arte e querem saber mais sobre o que eu quero expressar .

                                    

Devido a uma variedade de razões pessoais, durante um período de vários anos fui lentamente perdendo a minha paixão pelo trabalho que estava a fazer.

Infelizmente, não prestei muita atenção ao que se estava a passar comigo e chegou a um ponto de ruptura.

É uma das piores coisas que aconteceu comigo porque esta situação pode te destruir mentalmente.

Decidi tirar um ano sabático no final de 2016 para tentar seriamente encontrar minha paixão novamente e parar o que estava a acontecer comigo.

Tentei encontrar a minha paixão novamente em muitas outras áreas, mas acabei por decidir não segui-las, porque me faltavam motivação e paixão suficientes por elas. Eu sabia que não teria paixão suficiente para ser feliz com o que iria fazer.

O meu interesse e dedicação em descobrir mais sobre o mundo da Arte veio naturalmente de apenas seguir o único assunto que tinha paixão no momento do meu ano sabático, que era a Mecânica Quântica.

De Volta Tabela Conteúdos.

As Tuas Coleções


Todas as coleções compartilham um tema comum: uma expressao vintage e tons vermelho, verde ou azul.

As cores primárias são expressas em cada pixel da fotografia recriada final, e também na aparência combinada final.

Isto significa que eu desenho e pinto digitalmente a fotografia sem criar nenhuma cor secundária dentro de cada pixel.

E, assim, toda a imagem é desenhada e pintada com apenas três cores primárias: vermelho, verde e azul.

Podes encontrar mais informações sobre o meu trabalho, lendo a minha página sobre mim .                                 

Todas as edições impressas estão disponíveis em três tamanhos de formato:
A4 - 8,3 "x 11,7" & A3 - 11,7 "x 16,5" & A2 - 16,5 "x 23,4"

Grande escala de trabalhos de: 1.5m (W) x 1.5m (H) para Tamanho Personalizado (W) x Tamanho Personalizado (H).

Dependendo da obra final, a imagem final pode não corresponder a 100% da folha de papel visível ou tela total.

Eu tenho diferentes sabores para as coleções principalmente por duas razões:

Primeiro motivo: A Luz

As propriedades físicas fundamentais da Luz estão no centro da definição de cores que observas.

E eu queria que as minhas coleções tivessem uma experiência de observação de Brilhante para Escuro.

Cada sabor que observas: Originais , Reduzido e Pontilhado contém essa transição brilhante.

Do mais brilhante ( Originals ) ao mais escuro ( Pontilhado ). O sabor Reduzido vive entre o intervalo de brilho.

Segunda razão: Histórica

A Pixel Art tem suas raízes na década de 1970, quando os primeiros sistemas de computador foram criados em cores e se tornaram famosos por seu uso em jogos de computador.

Naquela época, a informática também estava em sua infância e os recursos do computador, como a memória, eram escassos.

Isso significava que os computadores mais antigos não tinham memória suficiente para ter um grande espectro de cores disponível para exibição nas telas dos computadores.

Portanto, diferentes algoritmos, como redução de cor e triagem, foram usados ​​para exibir imagens coloridas nas telas dos computadores.

Nos meus sabores Reduzido e Pontilhado , eu implemento os meus algoritmos artísticos para também fazer um tributo à "Era Retro de Pixel Art" onde a manipulação de pixeis começou.

Claro

Nos meus algoritmos de sabores artísticos, expresso a minha criatividade artística e também tenho uma aparência visual diferente dos algoritmos clássicos que foram desenvolvidos no início da "Era do Pixel Art".

No meu trabalho de arte digital, as técnicas de sombreamento tradicional e sombreamento cruzado estão no centro das minhas criações artísticas.

Então, também queria incluir essa assinatura nos meus algoritmos de sabores artísticos.

Por exemplo:

O meu algoritmo de sabor Sombreado (imagem à esquerda) é uma variação artística do algoritmo clássico de Pontilhado de Floyd-Steinberg (imagem à direita), onde eu uso técnica de sombreamento tradicional como um meio para melhorar os detalhes de cor e objetos, ao contrário dos pontos tradicionais.

Todas as edições impressas usam papel de arte por Hahnemühle Photo Silk Baryta 1 310gsm.


    

A escolha de um artista desde 1584.

    
1   Photo Silk Baryta é uma marca de Hahnemühle FineArt GmbH.

Todas as edições impressas são impressas em uma impressora internacional de belas artes premiada: Canon imagePROGRAF PRO-1000 1 .
Os trabalhos de comissão de grande formato são impressos em Canon imagePROGRAF PRO-6000 1 .


                                        

A obsessão de um fotógrafo.

                                        
1   Canon imagePROGRAF PRO-1000 ® e Canon imagePROGRAF PRO-6000 ® são marcas comerciais ou marcas registadas de Canon.

                                    

De Volta Tabela Conteúdos.

O Teu Álbum Coleccionnador


O Álbum de Colecionadores geralmente é orientado para colecionadores que não têm espaço suficiente na parede ou que estão interessados em conservar e colecionar as minhas obras de arte, com uma excelente proteção de arquivos .

Todos os álbuns de colecionadores são montados à mão por mim e estão disponíveis para todos os formatos: edições impressas A4, A3, A2.

Sim, o Collectors Album foi pensado para permitir que novas edições impressas sejam adicionadas e guardadas nos álbuns de colecionadores.

Depois de adquirir o Pacote de Colecionadores , podes comprar impressões futuras, como Pacote Standard e guardar as tuas edições impressas no teu álbum de colecionador.

                                    

De Volta Tabela Conteúdos.

As Tuas Encomendas


Como não produzo o meu trabalho em série, as ordens são tratadas por " ordem de chegada ".

O primeiro pedido é produzido primeiro e entregue primeiro. O último pedido é produzido em último lugar e é entregue em último lugar.

Tudo está claramente explicado nos termos e condições deste website.
                                

Podes visitar a página de pacotes de entrega e obter mais detalhes sobre cada um dos pacotes de entrega.                                     

De Volta Tabela Conteúdos.

O Que Mais Podes-me Contar Sobre O Teu Trabalho?


As imagens no meu portfólio não são as fotos HD originais que criei digitalmente.

As imagens criadas finais estão no intervalo de 10 1 - 10 3 maiores que a fotografia original.

E isso torna as imagens demasiado grandes para navegar no meu site.

As imagens têm marcas de água e são compactadas para permitir uma redução no tamanho geral e criar uma experiência de navegação na web mais fácil de usar no meu website.

As imagens compactadas também comprimem os detalhes da manipulação de pixels, mas fornecem uma excelente experiência de navegação na web da imagem final produzida.

Todas as edições impressas que recebes são impressas a partir das fotos HD originais que criei digitalmente .

Desta forma, garanto que todas as ilustrações impressas que recebes, têm todos os detalhes de resolução da fotografia original recriados em HD.

E, quando chegam, podes apreciar cada criação de pixeis.                                 

Não.

A minha expressão artística é expressa através de um meio digital diferente: programação .

Todo o meu trabalho usa apenas fotografias publicadas com Marca de Domínio Público e / ou Creative CC0 comum e / ou política de acesso aberto, ou que NÃO TENHA RESTRIÇÕES DE COPYRIGHT CONHECIDAS.

Eu não uso, nem vou usar, fotografias originais cujos direitos de autor pertencem a outra (s) pessoa (s) / instituição (ões) e / ou que não foram devidamente divulgados em Creative Common CC0 e / ou política de acesso aberto, ou que NÃO TENHA CONHECIMENTO DE RESTRIÇÕES DE DIREITOS DE AUTOR.

No meu corpo de obra, trabalho apenas com fotografias que foram publicadas com políticas de acesso aberto por instituições confiáveis ​​e respeitáveis ​​no mundo da arte.

A minha expressão artística não teria sido possível sem sua visão do futuro para o progresso da arte digital.

Gostaria de agradecer a cortesia das seguintes instituições (sem qualquer ordem específica em mente) pela sua política de acesso aberto para avançar o progresso da arte digital:

Todas as instituições mencionadas acima não estão de forma alguma afiliadas e / ou aprovadas e / ou participaram, nem apoiaram o desenvolvimento do meu site pessoal nem a produção do meu corpo de trabalho.

Além do tempo investido por todas essas instituições ao curar todas as fotografias antes do lançamento:

Durante o meu período sabático, investei pessoalmente milhares de horas de pesquisa e antecedentes legais antes de:

Pessoalmente, decidir derivar e criar minha obra de arte de pixel fino para para expressar visualmente o meu tema de estudo com fotografias de domínio público.

Todo o meu corpo de trabalho digital é uma criação artística derivada original, legal e globalmente protegida, que podes apreciar legalmente .

E, o que eu espero, é poder contribuir para alimentar o avanço da curiosidade pública pela arte, tecnologia, ciência e física, e talvez um dia também inspire outros a usar a programação como um meio artístico.

Suporte de doação: Avanço do progresso digital

 Todos os anos, dou:
  • 2% dos ganhos de cada edição impressa para a instituição que publicou a fotografia original em Public Domain Mark, e / ou Creative Common CC0 e / ou política de acesso aberto, ou que NÃO TENHA CONHECIMENTO DE RESTRIÇÕES DE DIREITOS DE AUTOR.
  • 2% dos lucros de todas as edições impressas são alocados para o contributo de conservação da Marca de Domínio Público por The Public Domain Review Project, Reino Unido , criado por The Open Knowledge Foundation, Reino Unido nos seus esforços excepcionais para curar o avanço global do progresso digital

Não.

Não utilizo qualquer software comercial de edição de fotos para fazer ajustes de imagem / cor.

E, eu não uso nem implemento qualquer tipo de algoritmo de Inteligência Artificial (AI) / Aprendizagem de Máquina para executar qualquer manipulação de imagens.

                                    

Sim.

Todo o material impresso é completamente impreso por mim. Não uso qualquer empresa de impressão profissional.

Eu gosto de manter o processo criativo até as impressões de produção final serem feitas.

Mas, o que é mais importante, mantenho a mais alta qualidade dos padrões da indústria em material e entrega da minhas obras de arte desde o início do meu processo criativo.

Não.

Eu trabalho com um Macintosh e uso apenas o Preview para enviar a imagem para a impressora, com base na calibração de hardware / papel das minhas impressoras.

Dependendo do tamanho do papel, eu crio somente tamanhos de papel personalizados.

                                    

Não, não implemento.

A minha arte é muito diferente da de um fotógrafo de arte tradicional que precisa implementar um fluxo de trabalho de gerenciamento de cores rigoroso para reproduzir o espectro de cores da fotografia digital.

A natureza muito específica da minha representação da matéria física quântica levou-me a desenvolver a minha própria tecnologia para reproduzir corretamente o espectro RGB que projetei artisticamente para representar corretamente a experiência de observação através de meios digitais e impressos.

Sim, todo o meu trabalho é emitido com um Certificado de Autenticidade da Hahnemühle assinado por mim e que eu certifico 100% .

Eu não produzo meu trabalho em massa.

Todo o meu trabalho, desde a composição artística, programação, pré-produção, impressão digital e preparação do transporte, está preparado e é feito completamente por mim.                                 

Podes ler os termos e condições deste site , onde todas as informações são claramente explicadas. Encontrarás a informação e como podes exercer o teu direito de devolução.



Ver o trabalho do artista.

Todas As Cores Secundárias São Pintadas Apenas Por Ti.
- Mário Sousa.®, Criador, Fundador & Artista De Píxel Fino.

Um Corpo De Obra Que Tu Pintas.

Disponíveis em vídeo HD - 24/7.

Para Tu Pintares As Tuas Cores. Uma Cor De Cada Vez.

Contactos.

Para informação adicional, por favor enviar um correio com a sua questão.

Comissões De Arte De Formato Gigante.

O Artista pode personalizar as obras de formato gigante.

Artista De Píxel Fino.

Mário Sousa.®

É uma marca internacional registada e protegida de Belas Artes Gráficas.

Reservar Artista.
Redes Sociais
Pagamento Seguro
PayPal Acceptance Mark
Navegação Segura

Entrega Certificada

Fedex UPS DHL TNT

Subscrever últimas novidades